MULHERES: AMEM-SE! Uma proposta para o verdadeiro empoderamento feminino




Há 41 anos a ONU oficializou o dia 8 de março como o dia Internacional da mulher. Muitas pessoas compreendem a data como uma ocasião para presentear as mulheres de seus círculos com flores e chocolates. (não que a gente se incomode com essas gentilezas!). Mas hoje resolvi usar a data para propor algumas reflexões que permeiam a minha mente desde que me compreendi verdadeiramente como mulher.


Lutamos para poder votar. Lutamos para poder ter voz na política. Lutamos para poder ir à escola. Lutamos para poder praticar esportes. Lutamos para poder educar filhos. Lutamos por igualdade no trabalho e por salários iguais. Lutamos contra os preconceitos de muitos homens retrógrados. Lutamos contra a violência... É tanta luta, que muitas vezes nos esquecemos de estar em paz com a gente mesmo. De respirar... de existir.

Talvez essa luta toda seja a responsável por tamanha competitividade entre as mulheres. E não estou falando sobre a boa e saudável competição esportiva ou lúdica. Mas sim do ato maldoso tão intrínseco às mulheres de fazer com que outras mulheres sintam-se péssimas com relação a elas mesmas ou perante à outras pessoas. Tô falando da fofoca que dissemina o mal, da crítica desnecessária e cruel que machuca, das atitudes banhadas de ciúme e inveja que acabam com a harmonia nos relacionamentos, de pensamentos do tipo "contanto que fulana se dê mal, que eu seja melhor do que ela, pouco importa o meu papel nisto ou naquilo" que apenas servem para desestabilizar as energias. Ou ainda da clássica situação da traição conjugal em que "a culpa" é sempre "daquela vagabunda".

Pare e reflita: quantas vezes você já foi julgada pela roupa que usa, pelo seu peso ou por amar essa ou aquela pessoa? Pelo carro que você tem (ou não tem), pelo sapato que está usando. Por fazer este ou aquele esporte? Por ter decidido querer ou não ter filhos? Sério... Porque temos feito tanto disso a vida toda ao invés de cuidarmos umas das outras?

EMPODERE-SE

A resposta a esses questionamentos pode estar nas nossas próprias inseguranças e fraquezas. Todos estão falando muito sobre EMPODERAMENTO ultimamente. Mas Você sabe o que isso significa? EMPODERAR-SE É TORNAR-SE CAPAZ DE REALIZAR TUDO AQUILO QUE VOCÊ QUER, POR SI MESMO, DE ESTAR APTO A PERSEGUIR OS SEUS SONHOS SEGURANDO AS RÉDEAS DA SUA PRÓPRIA VIDA. É FORTALECER-SE E EVOLUIR.

Na minha vida o ESPORTE FOI E É SEM NENHUMA DÚVIDA UMA GRANDE FERRAMENTA DE EMPODERAMENTO.  Foi através dele que eu aprendi a me amar, a conquistar sonhos, a me ver como uma pessoa mais forte e feliz. E o Equilíbrio Urbano é plenamente propagador do conceito de que a VIDA SAUDÁVEL É O CAMINHO PARA ALCANÇAR O EMPODERAMENTO. Tem um texto lindo publicado aqui incentivando as mulheres a conquistar mais auto estima através do esporte.

E O QUE FAZER A PARTIR DISSO?!

Agora que já está claro o que é empoderar e que já nos lembramos de como somos julgadas por tudo e por todos, que tal fazermos um pacto?! Que tal todas as mulheres unirem-se em um esforço de empoderarem umas às outras?! Como?! Se ainda não podemos controlar o homem que nos julga por usar um shortinho, que tal pararmos de julgar as mulheres que estão repetindo um vestido, que estão usando uma combinação "cafona" ou que quiseram parar com a dieta e ganharam alguns kilos?!

Que tal nós mesmas sermos o motor desta mudança e sermos as nossas principais aliadas?! Parece um contrassenso, mas o que precisamos é apoiarmos mais umas às outras e entendermos que como mulheres unidas podemos ser uma "mulher" cada vez mais mulher, feminina e realizada.
ESTAMOS JUNTAS NESSA!



Compartilhar no Google Plus

Sobre Unknown

0 comentários:

Popular Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...