RETENÇÃO HÍDRICA: 4 MOTIVOS PELOS QUAIS VOCÊ PODE ESTAR INCHADA E COMO EXTERMINAR CADA UM



Que atire a primeira pedra aquela que nunca tomou um choque e caiu aos prantos após subir na balança e constatar um aumento de até dois quilos com relação ao dia anterior, achando que tinha engordado esses dois quilos por causa daquele brigadeiro que ela sabia que não deveria ter comido!!! Calma. Seu corpo não processa a gordura dessa maneira. Provavelmente o que houve foi um acumulo de água no corpo o causador da alteração na balança.


Se tem uma coisa que deixa nós mulheres malucas é a RETENÇÃO HÍDRICA, um ACÚMULO DE ÁGUA NOS TECIDOS PERIFÉRICOS. As causas da retenção são inúmeras (algumas que a gente já conhece bem como a TPM e outras que a gente nem desconfia) e viraram um livro incrível da médica gastroenterologista, Dra. Robynne Chutkan, The Bloat Cure: 101 Natural Solutions for Real and Lasting Relief ainda sem tradução para o português.

Nós elencamos algumas das causas mais surpreendentes e como combater naturalmente cada uma delas aqui!

1- PÍLULAS ANTICONCEPCIONAIS

A pílula contém hormônios femininos, em diversas formas e pode causar inchaço, principalmente associada a excessos no consumo de sal. A pílula ainda pode acarretar algum grau de resistência à insulina, uma condição que pode interferir na capacidade de perder peso, principalmente em mulheres que consomem grandes quantidades de carboidratos. 

Mulheres que já possuem algum grau de resistência à insulina ou pré-diabéticas, têm maior propensão a inchaços e ganho de peso com a pílula.

SOLUÇÃO: caso seja constatado um aumento de mais de 5% do peso corporal total após o início do uso da pílula, pode representar um sinal de resistência à insulina e deve ser conversado com seu médico. A partir daí, ele pode indicar um exame de tolerância à glicose para checar se tudo está ok. 

Pode fazer sentido considerar formas não hormonais de controle de natalidade, ou ainda alguma pílula anticoncepcional com menor concentração de estrogênio.


2- CAFEÍNA

A cafeína possui propriedades diuréticas que ajudam a eliminar o excesso de sal e água através dos rins, logo, tendemos a imaginar que ela ajuda a resolver o inchaço certo? Errado.

O efeito diurético pode levar a desidratação, retardando o movimento dos alimentos através do intestino e causando inchaços. Ainda, bebidas com cafeína podem super estimular o sistema digestivo causando espasmos, ou piorar condições associadas ao inchaço, como úlceras, gastrites, entre outras.

SOLUÇÃO: Como a cafeína pode estar muito arraigada em seus hábitos alimentares, parar com ela de uma vez poderia te trazer colaterais de abstinência bem desagradáveis, tais como dores de cabeça, irritação e sono. Reduzir um pouquinho por dia é uma saída mais razoável. E aos poucos você pode ir substituindo a cafeína por alternativas mais saudáveis, como chás de ervas naturais sem cafeína,  água com limão, sucos verdes e água, sim, ÁGUA PURA E SIMPLES!

3 - VEGETAIS CRUCÍFEROS 

Gazes e retenção não possuem a mesma origem. Feijões e vegetais crucíferos como a couve, couve-flor e brócolis, estão cheios de antirradicais livres e fibras poderosas que previnem o câncer. Mas eles também são compostos por um tipo de carboidrato complexo chamado de RAFINOSE, que é muito difícil de ser quebrado e digerido pelo organismo. A flora intestinal fermenta a rafinose e produz metano, que podem te fazer sentir o inchaço acompanhado de gazes mal-cheirosos. Acontece que no final das contas esses gazes são bons, já que são acompanhados de todos os benefícios saudáveis de comer esses alimentos.

SOLUÇÃO: A Dra. Robynne é contra eliminar esses alimentos da dieta, porque eles contém grande quantidade de nutrientes. Mas algumas coisas podem ser feitas para reduzir os efeitos negativos:
- adicionar gotas de limão a esses vegetais estimula as enzimas digestivas
- deixar o feijão de molho na noite anterior ao cozimento
- A erva doce possui óleo redutor de gazes, assim comer um talo de erva doce crua ou uma pitada de sementes de erva doce ao final de uma refeição com esses alimentos melhora a digestibilidade. Macerar as sementes de erva doce com água quente fazendo um chá, também é uma opção excelente.

4 - SEDENTARISMO

Quando você não está em movimento, seus intestinos também não estão! Ter um estilo de vida sedentário é um dos principais motivos para desacelerar suas funções gastrointestinais.

Passar grandes períodos sentado tem sido considerado o novo tabagismo, principalmente no que concerne ao trato gastrointestinal, uma vez que passar o dia sentado a frente de um computador pode retardar seus processos.

SOLUÇÃO: Exercitar-se regularmente é importante para o peristaltismo e para movimentar os produtos da digestão de forma mais eficiente pelo intestino. E nem estamos falando de correr uma maratona! Uma simples caminhada por seu quarteirão já funciona bem. Praticar Yoga também é uma atividade excelente para dispersar os gases e remover os inchaços.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Mariana Maria

0 comentários:

Popular Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...